is the mojo falling

te conto como é
perder
o flow
perder
o mojo

hoje
como sou
gero
nojo

asco
uma mistura
de cerveja
com
tabaco

a ressaca
nunca curada
os pêsames
antes
do
falecimento

agourento
retido
em
cova
rasa
nas paredes
do teu
endométrio

deletério
inservível
para o
matrimônio
ou
adultério

sou
um
sentimento
de
mau
presságio

a
intuição
que te
faz
querer
mudar
de
calçada

o
oponente
da tua
paz
a
alma
regurgitada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s