onde nos misturamos

domingo
não há sol
no universo
descorado
daqueles que
não saem
de casa

eu nunca
acordei
feliz
recebendo
a horda
de exigências
de ser
qualquer coisa
além
da
minha
pequenez

e a crueldade
reside
na
esfinge
de que nada
me
satisfaz

todo
topo
antecipa
uma grande
queda

e
tudo aquilo
que
eu almejo
com veemência
será
repugnante
quando
novos domingos
chegarem

Um comentário em “onde nos misturamos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s